Seguir

Contato

(27) 9 9914-7557

Endereço

R. Misael Pedreira da Silva, 98, sala 603, Santa Lucia, Vitória/ES. CEP: 29056-230

JL Assessoria e Consultoria. Todos os direitos reservados.

  • Juarez Lucas

BPO Financeiro: A nova forma de gerir o seu negócio!

Você já ouviu falar em BPO Financeiro? Sabe o que o termo significa?


Para começar, é preciso saber o que quer dizer BPO. Vamos la: BPO é o acrônimo de Business Process Outsourcing, que em português significa "Terceirização de Processos de Negócio".


Em outras palavras, trata-se da terceirização dos processos de gestão financeira de uma empresa ou organização. Esse é um serviço, onde o contador, além do serviço de contabilidade tradicional, assume também uma parte do trabalho relacionado a gestão financeira do negócio.


Se o executor do BPO for o mesmo fornecedor das atividades contábeis, você terá ainda mais vantagens, pois a integração entre essas tarefas - financeiro e contabilidade - é superimportante para operar com produtividade. E isso se traduz em menos custo.


Integração

O BPO Financeiro, na maioria das vezes, é indicado para empresas ou organizações de pequeno e médio portes, pois são elas que passam por problemas que podem ser resolvidos com o serviço do BPO, por exemplo:


- Não possuir funcionário com capacidade técnica para assumir a área financeira

- Haver falhas no financeiro da empresa

- O gestor da empresa não sabe e/ou não tem interesse de assumir os problemas financeiros

- Não possui um sistema adequado para fazer o controle financeiro


Mais produtividade

Realizando o investimento no BPO, a empresa passará por vários tipos de processo dentro da área financeira, onde o contador fará, por exemplo: gestão de contas a pagar e receber, conciliação bancaria, fluxo de caixa, resultado da empresa, gestão de documentos, entre outras atividades. Isso faz com que a empresa aumente a sua produtividade.


Dessa forma, a área financeira da empresa passa a ser beneficiada com um suporte com capacidade, pois será supervisionada por um especialista.


Geralmente, a contratação do serviço fica mais em conta do que contratar um funcionário, pois as despesas fixas se transformarão em variáveis, além de pode aumentar o atendimento, conforme o aumento do volume de transações.


Por Juarez Lucas, contador, graduado pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), pós-graduando em Gestão Empresarial pela Fundação Getulio Vargas (FGV), com atuação em contabilidade consultiva e consultoria financeira empresarial.